São Paulo F.C



Em boa fase, Ademilson ganha a camisa 11

Atacante marcou três gols nos últimos quatro jogos pelo Tricolor Paulista

"É a melhor fase da minha carreira". Com apenas 18 anos, o atacante Ademilson vive dias especiais no São Paulo. Em quatro partidas como titular, o garoto marcou três gols e tem sido um dos destaques do São Paulo. Momento que ele sonhou desde criança e trabalhou muito para acontecer.

Boa fase que rendeu a Ademilson uma premiação. O jogador, que foi inscrito na Sul-Americana com a camisa 11, também ficará com o número no Campeonato Brasileiro. No primeiro jogo com o Novo Manto, o atacante fez um dos gols na vitória sobre o Bahia por 2 a 0, em Pituaçu.

"Deu sorte no primeiro jogo e espero marcar muitos gols ainda com essa camisa. Fique feliz com a mudança. O Adalberto (Baptista, diretor de futebol) disse que é uma premiação. E, se ele acha isso, é porque estou merecendo. Mas não posso achar que acabou aí. Tenho de honrar e corresponder da melhor maneira possível", ressaltou o jogador.

Revelado nas categorias de base do Tricolor, Ademilson confirma no profissional a fama de artilheiro de sempre. Entre São Paulo e Seleção Brasileira, ele já marcou 96 gols na carreira. No próximo fim de semana, ele será novamente titular do ataque tricolor.

"É um reconhecimento não só para o atleta, mas também para o clube. O Ademilson é mais um jogador formado nas nossas categorias de base que promete ter uma carreira vitoriosa", disse Adalberto Baptista.

Diante do Sport, no Morumbi, o jogador tentará um feito inédito: marcar o primeiro gol no Morumbi. Até o momento, ele fez diante do Figueirense (Orlando Scarpelli), Atlético-GO (Serra Dourada) e Bahia (Pituaçu). O são-paulino irá trabalhar forte para que este feito aconteça diante da torcida.

"É um estádio especial. Já joguei algumas vezes lá, mas ainda não marquei. Vou seguir trabalhando forte e focado como eu sempre fiz para tentar marcar este primeiro gol no Morumbi. Mas, o importante será a nossa equipe vencer e continuar subindo no Brasileiro", completou Ademilson.

Trio à vista?

Em bom momento, o camisa 11 vislumbra um ataque ao lado de Luis Fabiano e Lucas. "Acho que dá sim. Não é só a torcida que quer ver, mas eu também né (risos). Quando ele (Lucas) voltar de Londres espero seguir como titular. Mas se o Ney optar por outra formação tenho certeza de que ele irá escolher o melhor para o time", disse Ademilson.