São Paulo F.C



Com lesão muscular, Gabriel Sara está fora da Copa SP 2019

Exames apontam estiramento no posterior da coxa esquerda, o que deixará o meia em tratamento fisioterápico por pelo menos um mês

_DSC1340.JPG

Por Tetê Viviani/Colaboração

O Tricolor não poderá mais contar com seu camisa 10 e vice artilheiro da 50ª Copa São Paulo de Futebol Júnior. Gabriel Sara sentiu desconfortos musculares após a vitória diante do Serra/ES, na segunda rodada do torneio, sendo poupado diante da Ferroviária, na noite da última quarta-feira (11), porém, a ausência de melhora e exames apontaram um estiramento no posterior da coxa esquerda do meio-campista, que retornou para São Paulo.

Após estrear na Copinha com três gols diante do Holanda/AM e ser um dos pilares de experiência no jovem time do São Paulo, Gabriel Sara recebeu a notícia que não queria, o corte na lista da competição. Mesmo com tratamentos intensos por três dias em Araraquara, o camisa 10 não apresentou nenhuma melhora e foi submetido ao exame de ressonância, que apontou a lesão no posterior da coxa.

“Ele teve um estiramento muscular no posterior da coxa esquerda, que terá de ser tratado com fisioterapia por pelo menos um mês. Mesmo que o mantivéssemos em Araraquara, ele não teria condições de atuar até o fim da competição. Sendo assim, em conjunto com o atleta, comissão técnica, diretoria e departamento médico, optamos por ele estar mais perto da família e ter melhor suporte de fisioterapia no Reffis”, explicou o médico que estava com a delegação e acompanhou Gabriel Sara nos exames, Dr. Carlos Tadeu Moreno.

Logo após o empate com a Ferroviária, por 2 a 2, na última quarta-feira, Gabriel Sara teve conhecimento sobre o resultados dos exames feitos a tarde e conversou com a comissão técnica, se despedindo logo em seguida de toda delegação e voltando para São Paulo.

"Na nossa profissão estamos sujeitos a esse tipo de acontecimento. Infelizmente, a lesão foi diagnosticada e terei que fazer o tratamento para voltar ainda melhor. Fiz dois bons jogos na Copinha, três gols, mas infelizmente fiquei fora no terceiro jogo e dos próximos. Fico na torcida pelos meus companheiros e na certeza de que terão sucesso em mais essa competição. Nosso elenco tem muita qualidade", disse o camisa 10.

O técnico Orlando Ribeiro lamentou a perda do atleta antes do início do mata-mata da Copa SP, mas espera força e entrega de cada jogador do elenco para tentar suprir a significativa ausência. O comandante acredita que o tratamento em São Paulo poderá ajudar Gabriel Sara a estar apto para jogar a Libertadores da América Sub-20, que deve acontecer em fevereiro, e fechará a temporada da equipe Sub-20.

“Nós perdemos muito com a partida dele. Ele vinha se destacando na Copa SP, já tinha feito uma grande atuação em toda Copa RS, no Rio Grande do Sul, então é significativo. Vamos ter que nos virar sem ele, mostrar que há reposição no elenco. Contra a Ferroviária, fizemos um bom jogo, já sem contar com ele, porém, sabemos que em alguns detalhes ele seria fundamental ali. Cada jogador terá que fazer um pouco mais, ter mais responsabilidade e tentarmos juntos suprir a ausência dele”, ponderou.

“Como ele veio de meses intensos, com Supercopa, Copa RS, Copa SP, Paulista, uma sequência de muitas competições, achamos por bem ele ir para casa, fazer os tratamentos mais intensos em Cotia e já visar um retorno para a Libertadores, que ainda não temos confirmação de data. O Gabriel Sara tem que voltar da melhor maneira possível, 100% curado, para nos ajudar como sempre ajudou até hoje”, finalizou.

Pela segunda fase da Copa São Paulo, o Tricolor encara o Rio Claro, em Araraquara, na sexta-feira, dia 11, às 19h15, na Arena da Fonte Luminosa, com entrada gratuita aos torcedores.